Saturday, October 24, 2020

Quatro casas são interditadas após desabamento no bairro São Jorge

Quatro imóveis próximos à casa que desabou na sexta-feira (23), no bairro São Jorge, na região Oeste de Belo Horizonte, foram interditados pela Defesa Civil (DC) da capital. Duas casas foram interditadas por risco de deslizamento de encosta e duas por risco de serem atingidas por escombros da edificação que desabou, segundo a DC.

A Defesa Civil ressaltou que o desabamento não tem relação com as chuvas. A instituição informou que ofereceu abrigo aos moradores afetados, que optaram por se dirigir a casa de parentes. Também foi oferecida ajuda humanitária por parte da DC. 

Doações.

O proprietário da casa que desabou, Anderson de Oliveira, 49, disse que ele, a companheira e a enteada estão morando em uma residência com parentes na mesma região. São três famílias na mesma casa. 

"Graças a Deus não teve acidente nenhum. Já estou recebendo algumas doações de lona, para colocar no baracão, que está tendo infiltração. Agora é esperar a prefeitura fazer a limpeza para ver o que vamos recuperar. Perdemos tudo. O que temos aqui hoje recebemos por doações", diz o eletricista. 

Interessados em ajudar podem entrar em contato com Anderson Oliveira pelo número (31) 9 8870 4591.



source https://www.otempo.com.br/cidades/quatro-casas-sao-interditadas-apos-desabamento-no-bairro-sao-jorge-1.2403677

Na pandemia, buscas por meditação no Google batem recorde

Em meio à pandemia da covid-19, que levou a uma situação de isolamento social e mudanças no ritmo de vida, as buscas pelos termos meditação e mindfulness (ou atenção plena) atingiram o recorde dos últimos 16 anos, segundo levantamento do Google. Em relação ao ano passado, a pergunta “como fazer meditação para ansiedade” cresceu 4.000% e o aumento de “benefícios da meditação” chegou aos 200%.

Especialistas nas práticas ouvidos pelo Estadão afirmam que as pessoas estão procurando formas para lidar com as aflições que têm surgido no período e encontram, nos métodos, técnicas para tentar manter a calma, diminuir o estresse e focar nas atividades que precisam ser realizadas.

“Há uma sensação de necessidade de buscar alguma ferramenta para lidar com esse momento que é estressante para todos, porque houve mudança de padrão de vida. Aqueles que já conheciam e não estavam fazendo com regularidade, voltaram. E muitas pessoas foram buscar informação. Acho que a curva é ascendente”, diz o médico especialista em mindfulness Marcelo Demarzo, coordenador do Centro Mente Aberta, ligado à Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

De acordo com o Google, as buscas por “como ser uma pessoa mais calma” tiveram um aumento de 3.250% em relação ao ano passado. “Espairecer a mente” cresceu 400%. “Muitos temas dispararam nas buscas durante a pandemia, e o bem-estar físico e mental foi umas das verticais em que esse salto ficou bem claro. As medidas de distanciamento social criaram uma nova rotina na vida das pessoas e elas precisaram se acostumar a novos hábitos, horários e precisaram encontrar novas maneiras de executar determinadas atividades”, avalia Marco Túlio Pires, diretor do Google News Lab no Brasil.

Cursos online

Ante a necessidade de distanciamento por causa da covid-19, também cresceu um movimento de cursos online e lives, que atraíram pessoas interessadas em saber mais sobre o tema. “Com a pandemia, as pessoas viram outras possibilidades. Ao mesmo tempo, há uma melhor compreensão sobre o assunto, de entender mindfulness ou atenção plena como estado psicológico”. Segundo ele, o estado de mindfulness não é concentração, é um estado de estar consciente do que está acontecendo neste momento”. Segundo o médico, o aumento de buscas pelo curso online de oito semanas foi de 50% no período.

Há uma necessidade de buscar alguma forma para lidar com este momento porque houve mudança no padrão de vida
Marcelo Demarzo, coordenador do Centro Mente Aberta, da Unifesp

Líder de marketing de uma empresa de tecnologia, Michelle Ito, de 35 anos, já tinha familiaridade com a meditação, mas tinha dificuldade de praticar. “Trabalhando em casa, o nível de ansiedade aumentou. Faço ioga há três anos e a professora começou a fazer meditações guiadas aos domingos logo no começo da pandemia. Isso já ajuda a começar a semana bem.”

A assistente administrativa Jessica Braga, de 27 anos, descobriu o mindfulness enquanto enfrentava crises de ansiedade e começou a praticar em junho. “Sempre fui de trabalhar, sair, ir ao cinema, sair com meus filhos. Quando veio a pandemia, fiquei trancada e surtando dentro de casa. Tentava treinar e não focava.” Ela diz que se adaptou às técnicas e passou a praticar antes de dormir e após acordar. “A ansiedade caiu muito.”

Entre os benefícios, Demarzo destaca regulação das emoções e redução da ansiedade. “Na área da educação, melhora a atenção, memória e a aprendizagem. Para empresas, diminui o esgotamento profissional e melhora a liderança. Mais consciente, mais humanizado.” “A pessoa pode optar por meditar no campo da religião e da espiritualidade, dentro de um contexto filosófico do que ela se identifica. A proposta moderna é no contexto acadêmico. É uma técnica para qualidade de vida”, explica Demarzo.

Como praticar meditação

- Pratique a autocompaixão e saiba que você não estará focado o tempo todo. Quando se distrair, traga a atenção de volta. Mindfulness é estado de atenção plena.
- Procure estar presente na atividade que está realizando e nas sensações que ela causa. 
- É possível encontrar vídeos e playlists com técnicas de meditação e mindfulness online com diferentes durações.

 

 

 
 
 



source https://www.otempo.com.br/interessa/saude-e-ciencia/na-pandemia-buscas-por-meditacao-no-google-batem-recorde-1.2403668

Friday, October 23, 2020

Advogadas são presas por participar de esquema de tráfico entre Minas e ES

Duas advogadas foram presas pela Polícia Civil suspeitas de participarem de uma organização criminosa de tráfico de drogas entre Minas Gerais e o Espírito Santo. Uma operação foi deflagrada pelas polícias das duas cidades nesta sexta-feira (23). Outros dois advogados investigados estão foragidos. 

"Investigações conduzidas pela PCMG, por meio do delegado Rômulo Segantini e equipe, indicaram que os suspeitos, contando com apoio dos advogados investigados, estariam comandando um complexo esquema de tráfico de drogas, abastecendo cidades mineiras, entre elas, Divino e municípios limítrofes. Parte da droga também seria enviada para cidades do Espírito Santo", informou a Polícia Civil de Minas. 

Desde o início das investigações, há cerca de dez meses, mais de 30 pessoas foram detidas;  cerca de 30 veículos e quase R$ 100 mil foram apreendidos, bem como outros materiais de interesse investigativo.

De acordo com o delegado Rômulo de Freitas Segantini, os alvos da operação conjunta, deflagrada nesta sexta, também seriam integrantes do grupo suspeito de atuar na prática de tráfico ilícito de drogas em Minas e no Espírito Santo. “Os alvos foram investigados e um homem suspeito de ser o ‘braço direito’ de outro investigado apontado como líder do PCC no Estado do Espírito Santo. Inclusive, em desfavor desse líder, foi cumprido mandado de prisão preventiva na primeira fase da investigação”, explica.

De acordo com as investigações, os advogados seriam suspeitos de serem responsáveis por coletar e por transmitir recados escritos ou ditados pelos presos com conteúdo criminoso. “Desde a apresentação de traficantes para fornecedores de drogas até a articulação do envio dos entorpecentes, distribuição de tarefas e efetivação de pagamentos. Os destinatários desses bilhetes seriam outros membros da organização, dois destes também já presos na primeira fase e que ficavam encarregados de articularem junto a outros investigados o transporte das drogas”, conta.

 “Sem perder de vista outros direitos e bens jurídicos que também estavam em jogo. As condutas, em tese, praticadas pelos advogados são casos isolados e não representam os valores cultivados e difundidos pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), cuja regra é a existência de profissionais extremamente comprometidos com o exercício da advocacia e cientes do relevante papel social que têm na sociedade”, complementa.

Com assessoria de imprensa da Polícia Civil 



source https://www.otempo.com.br/cidades/advogadas-sao-presas-por-participar-de-esquema-de-trafico-entre-minas-e-es-1.2403426

Pesquisa aponta que 36% da população de BH tem o desejo de mudar da cidade

Em Belo Horizonte, 36% dos moradores têm vontade de mudar da cidade, segundo levantamento do Datafolha. Jovens entre 16 e 24 anos são os que lideram a lista dos insatisfeitos com a capital. A pesquisa também foi feita em Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. 

O Datafolha ouviu  868 pessoas com 16 anos ou mais em Belo Horizonte e no Recife, 1.204 em São Paulo e 1.008 no Rio. O levantamento foi feito na terça (20) e na quarta (21) e tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pelo jornal Folha de S.Paulo e pela TV Globo.

Os mais insatisfeitos com a cidade em que moram estão em São Paulo e no Rio de Janeiro. Nessas cidades, metade dos moradores mudaria de cidade se pudesse. Entre os paulistanos, são 51% os que têm desejo de se mudar, ante 57% entre os cariocas.

Já no Recife 37% dos entrevistados desejam ir embora da cidade.

Os mais jovens, com 16 a 24 anos são maioria dos que manifestaram vontade de sair da cidade se pudessem na maioria das capitais. A exceção é São Paulo, onde a faixa que mais deseja mudar é a de 35 a 44 anos.

Mais ricos e mais velhos, em geral, não demonstram intenção de migrar.

O Datafolha também perguntou aos entrevistados o que consideram que deve ser prioridade na gestão do próximo prefeito. Nas quatro capitais, hospitais aparecem em primeiro lugar, seguida de escolas públicas.

Em Belo Horizonte, transporte coletivo é o item que ocupa o terceiro lugar. Moradia popular é a terceira opção mais votada em São Paulo, posto ocupado pelo saneamento básico no Recife e no Rio. 

 

Registros: TRE-SP com o número SP-02125/2020, TRE-RJ com o número RJ-08627/2020, TRE-MG com o número MG-02866/2020 e no TRE-PE com o número PE-05988/2020.



source https://www.otempo.com.br/cidades/pesquisa-aponta-que-36-da-populacao-de-bh-tem-o-desejo-de-mudar-da-cidade-1.2403404

Thursday, October 22, 2020

Kurz vor TV-Duell: Ex-Geschäftspartner belastet Bidens Sohn

Mit einer Kampagne gegen dessen Sohn Hunter versucht Donald Trump an Joe Bidens Saubermann-Image zu kratzen. Wenige Stunden vor dem nächsten TV-Duell präsentiert sein Wahlkampfteam einen Zeugen, der die Korruptionsvorwürfe gegen die Familie erhärten soll.

source https://www.n-tv.de/politik/Ex-Geschaeftspartner-belastet-Bidens-Sohn-article22118836.html

Dolly Parton saved her 9-year-old costar from an oncoming car

When she's not helping fund vaccine research or supporting the Black Lives Matter movement or inventing a successful meme, the monarch o...