Sunday, October 25, 2020

Policiais do Rio são presos suspeitos de sequestrarem família de hotel em BH

Oito pessoas foram presas na madrugada deste domingo (25), entre elas três policiais militares do Rio de Janeiro, suspeitas de sequestrarem uma mulher de 26 anos e suas duas filhas, uma de cinco e outra de oito anos. O caso aconteceu dentro de um hotel no bairro São Cristóvão, região Noroeste de Belo Horizonte.

Segundo informações obtidas por O TEMPO, os acusados fizeram isso para tentarem reaver um dinheiro perdido através de um esquema de pirâmide financeira. O suposto golpista, que tem 43 anos, seria o pai das crianças e marido da mulher sequestrada.

Entenda

Durante a última semana, após ameaças de morte por conta de um golpe milionário, a família fugiu da capital carioca e foi até a capital mineira, onde se hospedou em um hotel às margens da avenida Antônio Carlos.

Na noite desse sábado (24), três policiais cariocas, sendo um de 36 anos, um de 41 e outro de 42, um agente penitenciário de 42 anos, um técnico em mecânica de 48, um autônomo de 55 anos, um representante comercial de 28 anos e um construtor de 36 anos chegaram ao local em dois carros, armados, invadiram o estabelecimento e raptaram a mulher e suas duas filhas sob ameaças.

Neste momento, conforme informações, o pai da família não estava no hotel. Ao perceber a situação, ele acionou a Polícia Militar relatando que sua esposa e suas filhas foram sequestradas e estavam sendo levadas para o Rio de Janeiro. Porém, ele omitiu o real motivo do crime.

Policiais, então, acionaram guarnições de Barbacena, na região do Campo das Vertentes, para pararem um carro suspeito que estava trafegando pela BR-040. Lá, entretanto, no veículo que foi abordado, estavam cinco suspeitos, mas nenhuma das vítimas.

Logo após, a PM de Juiz de Fora, na Zona da Mata, também no caminho para o Rio, foi acionada e abordou uma caminhonete, onde estavam três suspeitos e as vítimas. Em um primeiro momento, os policiais se identificarem realmente como agentes de segurança, e disseram que estavam levando a mulher e as filhas para ficarem seguras, já que, supostamente, elas estavam sendo ameaçadas por criminosos.

Ao ser perguntada, a mãe confirmou a história, mas depois relatou que estava sendo sequestrada, conforme a denúncia do marido. Ela admitiu que o seu esposo estava envolvido em um esquema de pirâmide e ficou devendo milhões de reais para os autores, recebendo diversas ameaças de morte.

Já o homem disse à polícia que, durante o sequestro, recebeu dos sequestradores imagens da família dentro do carro. Os suspeitos afirmaram a ele que, se não houvesse o pagamento da dívida, elas iriam morrer.

Todos os envolvidos foram presos, e a investigação ficou a cargo da Delegacia Regional de Polícia Civil de Juiz de Fora, para onde os oito presos foram levados. Como envolveu crianças, o Conselho Tutelar foi acionado.

Foram apreendidos um Toyota Yares, uma Ford Ranger, três carregadores calibre .40, dois carregadores de pistola Glock .380, 44 munições .40, 32 munições de .380, uma folha de cheque no valor de R$ 20 mil, uma máquina de cartão, um tablet, oito celulares, uma pistola Glock .380 e uma pistola pertencente à Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ).

Posição

A reportagem de O TEMPO solicitou um posicionamento da PMERJ sobre o caso e aguarda retorno, assim como à Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG).

Também entramos em contato com o hotel onde aconteceu o caso, porém, não havia ninguém que pudesse falar oficialmente sobre.



source https://www.otempo.com.br/cidades/policiais-do-rio-sao-presos-suspeitos-de-sequestrarem-familia-de-hotel-em-bh-1.2403833

No comments:

Post a Comment

Dolly Parton saved her 9-year-old costar from an oncoming car

When she's not helping fund vaccine research or supporting the Black Lives Matter movement or inventing a successful meme, the monarch o...